quarta-feira, 15 de agosto de 2012

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Campanha de marcação de sargos e safias


No âmbito do projecto PROTECT-Estudos para a protecção marinha na Costa Alentejana, financiado pelo Programa Operacional Pescas 2007-2013 (PROMAR), está a decorrer uma campanha de marcação de sargos e safias com etiquetas externas (de cor amarela) implantadas na zona de inserção da barbatana dorsal. 

O projecto PROTECT tem como entidade promotora a Universidade de Évora e conta com a parceria do Centro de Oceanografia da FCUL, entre outras instituições. O referido projecto foi delineado para avaliar os efeitos da protecção marinha recentemente implementada na costa alentejana do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV). Os estudos estão a ser dirigidos aos recursos naturais protegidos, nomeadamente aos recursos pesqueiros, através da análise da estrutura e funcionamento de populações e comunidade biológicas, não esquecendo os aspectos socioeconómicos relacionados com os utilizadores afectados pelas medidas de protecção.

O trabalho de captura e marcação dos sargos e safias está a ser desenvolvido por investigadores do Centro de Oceanografia em colaboração com pescadores que operam na região e alunos universitários. Para a realização deste trabalho, os peixes são capturados à cana e cuidadosamente marcados e libertados de seguida na Área Marinha Protegida da Ilha do Pessegueiro (Porto Covo, Sines). O objectivo deste trabalho é procurar saber para onde se deslocam estes peixes após saírem da zona da Ilha do Pessegueiro e tentar perceber se estes peixes ficam em locais próximos da Ilha ou se nadam para locais mais afastados.

Para esse efeito, contamos com a a boa colaboração de pescadores lúdicos e profissionais.  para que sempre que capturem um peixe marcado, nos contactem para indicar o número da etiqueta, a data, hora e local de captura e, se possível, o comprimento do peixe. Oferecemos uma recompensa de 5 euros a todos quantos colaborarem em agradecimento pela ajuda e disponibilidade. Chamamos a atenção para o facto de não pretendermos o peixe capturado, estamos apenas interessados nos dados referidos anteriormente e na devolução da respectiva etiqueta. 
  
Em anexo enviamos o poster de divulgação do trabalho em curso. Para obterem mais informações sobre o projecto PROTECT poderão aceder à página da internet do projecto (www.protect.uevora.pt/) ou através da página do Centro de Oceanografia (http://co.fc.ul.pt/).

Muito obrigado pela colaboração e futura divulgação desta informação.